Como Montar uma Lancheira Saudável Infantil



Confira aqui algumas dicas para montar uma lancheira saudável para seu filho.

Montar a lancheira ideal para o seu filho é uma missão muito importante e de grande responsabilidade, ainda mais com a tamanha variedade de alimentos industrializados, que fazem a cabeça das crianças, mas infelizmente não fazem bem para saúde delas.

Usando a criatividade e o diálogo com seu filho, inserir opções saudáveis no seu lanche não será uma tarefa tão difícil, ainda mais se você explicar para ele o valor nutricional dos alimentos e como isso vai ajudar na sua saúde, além de evitar doenças futuras.



Invista em alimentos bem nutritivos e energéticos para que o seu filho não sinta fome durante a aula. Também use e abuse da criatividade na hora de montar um lanche de uma forma atraente para as crianças, usando formato de carinhas, desenhos, etc.

Continue lendo o post para saber o que é necessário numa lancheira e veja algumas dicas de práticas que você pode tomar.

Nutrientes

A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que o lanche tenha, pelo menos, as três principais fontes de nutrientes que são as proteínas, os lipídios e os carboidratos. Também é aconselhável que se invista em alimentos que contenham sais minerais, vitaminas, ferro e o bom colesterol. Esses nutrientes irão favorecer para o desenvolvimento e o crescimento do seu filho. Além de proporcionar energia para que ele realize suas atividades cotidianas de forma saudável.



Leve em consideração o horário em que seu filho estuda. Se for no período matutino, é preciso recordar que as crianças não possuem hábito de comer pela manhã, antes de sair de casa, portanto, aposte em uma lancheira mais completa apresentando proteínas, carboidratos e muito líquido. Se seu filho estuda à tarde, apenas uma fruta e algum carboidrato já é o suficiente. Aposte em alimentos com diversas cores e formatos para incitar o apetite de seu filho.

Dicas de alimentos

Veja algumas dicas de alimentos que podem compor a lancheira do seu filho:

  • Frutas: ótimas fontes de vitaminas e minerais, que podem ser colocadas na lancheira cortadas numa embalagem vedada, para não escurecerem e nem perderem o seu sabor.

  • Pães: contém muito carboidratos e são uma ótima fonte de energia para o dia do seu filho. Podem ser enviados com recheios, de acordo com o gosto do seu filho, como, por exemplo, geleia, frios, manteiga, atum, entre outros. Você pode variar entre pão integral, bisnaguinha, pão francês, dependendo dia, para ajudar a manter o interesse do seu filho.

  • Integrais: cookie, sanduíches naturais, aveia e grãos são ricos em fibras e também trazem muita energia. Você também pode optar por um mix de cereais e castanhas, como granola, nozes, etc.

  • Iogurte: apresenta grande quantidade de proteínas e por ser muito saboroso, pode ser enviado na lancheira como um mimo para o seu filho.

  • Doces: os caseiros são os mais indicados. Vale a pena usar algumas receitas caseiras, como bolos, torradas com geléia, muffins, brownies, etc.

Evite alimentos industrializados, como bolacha, salgadinhos, refrigerantes e sucos em pó. O ideal é que sejam suspensos da alimentação diária do seu filho, pois eles apresentam açúcar e corantes em excesso.

Caso não tenha tempo de montar a lancheira do seu filho, opte por lanches assados de padaria ou supermercado de confiança. Evite frituras também.

Bebidas

As bebidas também são muito importantes para o acompanhamento da lancheira. Como visto, sucos de saquinho, ou até mesmo de caixinha, não são recomendáveis por conta do excesso de sódio e corante. Portanto, invista em sucos naturais.

Mas o ideal mesmo é a água. Leve sempre na mesma garrafa, a fim de praticar a sustentabilidade utilizando um dos 3 R’s (reciclar, reutilizar e reduzir), higienize correta e frequentemente a garrafa e encha com água filtrada.

Prestar atenção nos componentes da lancheira do seu filho é também cuidar do seu bem-estar e aprendizado.

Aurenivia Alves Pereira




Deixe uma resposta