Como Escolher Creche para seu Filho – Dicas e Cuidados


  

Confira aqui algumas dicas na hora de escolher a escola para seu filho.

Estamos no início de mais um ano e nesse momento muitos pais pensam em colocar seus filhos pequenos em creches, seja por necessidade, pois trabalham fora ou para que a criança se socialize mais. Enfim, independente dos motivos, uma criança em um ambiente como o de uma creche tem a chance de se desenvolver muito, o que é absolutamente positivo para a criança e para a família toda. O problema é que muitos pais possuem dúvidas em quando colocar seus pequenos na creche e em como escolher uma creche que seja boa.

Os estudos pedagógicos apontam que é na primeira infância que a criança irá desenvolver suas habilidades motoras, cognitivas e emocionais, que são muito importantes para os seu desenvolvimento e crescimento. Desse modo, a convivência com outras crianças deve ser vista como algo saudável, que irá contribuir nesse processo. Porém, essa convivência não deve acontecer de forma forçada.

Desse modo, entende-se que não existe uma “idade certa” para inserir uma criança na creche. Na realidade, a criança estará mais apta a se adaptar nesse ambiente a partir dos dois anos de idade, pois a partir de então já se encontra preparada para se socializar com outras.

Contudo, muitos pais não podem esperar até que seus filhos completem dois anos e precisam escolher uma creche antes desse tempo. Se este for o seu caso não se desanime, procure observar a maturidade emocional de seu filho e busque por uma creche que atenda melhor às suas necessidades.

– Como escolher uma creche?

Primeiramente é preciso conhecer a proposta pedagógica da instituição. Ou seja, o que as atividades que ela oferece pretendem estimular nas crianças. E se essas habilidades são compatíveis com o nível de desenvolvimento de seus filhos.

Outro ponto de muita importância é em relação à infraestrutura. Visite a creche e conheça todas as suas instalações, verificando as suas condições físicas, visando a segurança. Também é preciso observar as condições de higiene da cozinha, do banheiro e do refeitório.

Procure informações sobre a equipe. É importante saber o número de funcionários e se esse número atende o fluxo de crianças que o estabelecimento recebe. Tire todas as suas dúvidas em relação a isso.




Também irá ajudar bastante na escolha, conversar com pais de outras crianças que estão na creche ou que já passaram por ela. Buscar por referencias é uma ótima forma de analisar o lugar. Mas é importante saber de várias opiniões antes de se decidir. Se a maioria das opiniões for negativa, procure por recomendações de outras creches e analise da mesma forma.

Uma vez matriculado na creche, esteja sempre em comunicação com o estabelecimento, uma vez que a participação dos pais é de muita importância para saber o que ocorre no dia-a-dia da criança, em como ele tem se comportado às novas situações que na verdade são muito desafiadoras. Em casa monitore o comportamento da criança. Veja se ela está feliz, triste, insegura, pois os sentimentos podem ser um bom indicativo sobre ela estar feliz ou infeliz na creche escolhida.

Enfim, colocar um filho na creche é um processo na maioria das vezes bastante complicado e doloroso, para eles e principalmente para os pais, pois eles ainda são pequenos e muito dependentes, sem falar do fato de serem extremamente ligados ao ambiente doméstico.

Há sempre aquele pensamento de que outras pessoas não têm o mesmo cuidado que os pais. E na verdade não têm mesmo, mas isso não significa que as creches não recebam bem e nem cuidem de forma correta dos pequenos. É tudo uma questão de adaptação, tanto para pais e filhos. O importante é estar sempre em interação com o creche.

Não existe um tempo certo para colocar um filho na creche, mas em sua maioria elas contribuem muito para o desenvolvimento das crianças.

Sirlene Montes


Compartilhar este Artigo



Post Comment